Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

7e8f6a2a-0616-4d55-b879-d1b50470df70
No comando: ALEGRIA ALEGRIA

Das 5:00 as 7:30

biblia
No comando: CONVERSANDO COM DEUS

Das 7:30 as 9:00

7e8f6a2a-0616-4d55-b879-d1b50470df70
No comando: ALEGRIA ALEGRIA

Das 05:00 as 07:30

No comando: ARQUIVO SERTANEJO

Das 05:00 as 08:00

No comando: UMA LUZ EM TEU CAMINHO

Das 07:30 as 08:00

No comando: SINTONIA POPULAR

Das 08:00 as 09:00

Pedro Álvares
No comando: BREGA TOTAL

Das 08:00 as 10:00

No comando: CAJARÍ PARA TODOS

Das 09:00 as 10:00

10
No comando: CONEXÃO DIRETA

Das 09:00 as 11:00

No comando: BINGO VIANA FELIZ

Das 10:00 as 11:00

sabia-e-a-natureza
No comando: BAIXADA EM DEBATE

Das 10:00 as 12:00

No comando: PROGRAMAÇÃO PADRÃO

Das 11:00 as 12:00

No comando: JORNAL REGIONAL

Das 11:00 as 12:00

No comando: BINGO PAPAICAP

Das 12:00 as 13:00

No comando: PALMAS E PALMATÓRIAS

Das 12:00 as 13:00

No comando: VIANA EM FOCO

Das 12:00 as 13:00

No comando: UMA LUZ EM TUA VIDA

Das 13:00 as 13:30

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL (VARIADAS)

Das 13:00 as 15:00

IMG-20170404-WA0044
No comando: DE BEM COM O SUCESSO

Das 13:30 as 15:30

No comando: BINGO

Das 15:00 as 17:00

Riba Sousa
No comando: CONEXÃO REGGAE

Das 15:30 as 17:00

Riba Sousa
No comando: CONEXÃO REGGAE

Das 16:00 as 17:00

No comando: SHOW DA MISTURA

Das 17:00 as 18:00

No comando: SHOW DA MISTURA

Das 17:00 as 18:00

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL (MPB)

Das 17:00 as 20:00

FOTO_PROGRAMA_02
No comando: MOMENTO GOSPEL

Das 18:00 as 19:00

No comando: ENCONTRO MARCADO

Das 18:00 as 20:00

Bandeira-Brasil-stock.xchng-menor
No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 19:00 as 20:00

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL (ERUDITAS)

Das 20:00 as 00:00

pplware_gira_discos-720x482
No comando: ARQUIVO MUSICAL

Das 20:00 as 00:00

No comando: PROGRAMAÇÃO PADRÃO

Das 20:00 as 00:00

Indesejável

Compartilhe:
140

Caminho entre mortais, os quais não se confortam com a verdade, tornaram-se iguais, buscam, mas não encontram-se com a alacridade. Atrofiaram suas próprias asas, e andam arrastando correntes, fizeram de suas almas casas, morada de várias serpentes. Ficando assim, indesejável, não busca a razão de existir, afoga-se no desejo incontrolável. No fim aquele que olhou para o próprio umbigo, desvalorizando quem o criou, receberá seu castigo, e o mesmo que foi ignorado, ignorou. Desprezou a vida, e o conselho do céu defenestrou, deparou-se com o fim da linha, o que nem era doce, acabou. Um dia aqui chegou, não se acomodou, e ainda incomodou. A presença de um ser verdadeiro incomoda os hipócritas, assim também é o contrário, a presença do hipócrita incomoda quem é verdadeiro. Andam em direção contrária, um é de baixo e outro é de cima, uma linha imaginária, separando o estado e seu clima. O tolo desconsidera o espírito da vida, mas quer ter vida longa, hora vem a despedida, e só terá honra quem de fato deu-lhe honra. É preciso desejar o conhecimento, até alcançar a sabedoria, andar de encontro ao vento, sentir o coração em alforria. Pior que ser indesejável é não desejar ser alma infinda, para isto é necessário, elaçar-se a quem oferece-lhe a graça da vida.

Patricia Campos

 


 

 

Tiro de misericórdia

 

As pessoas vivem uma vida ruim e frustrante neste mundo por estarem ligadas a esta carne que morre e ao invés de buscarem se identificar com a vida, isto é, com este espírito que já os vivificam para se livrarem da vida frustante que levam, se ligam cada vez mais na carne, por isto vivem todas em tormentos, se debatendo como um pássaro ferido, só aguardando o tiro de misericórdia para as tirarem deste sofrimento. Mal sabem elas que o depois será ainda muito pior e não haverá mais saída.
A vida ainda está dentro de todos nós, bastaria a consciência se voltar para dentro que encontraria o tesouro da vida, o anjo que Deus nos enviou para nos livrar de todos os tormentos. Somente nas mãos deste anjo a consciência se liberta e ganha asas para voar no mais alto dos céus e enxergar toda a sabedoria que nos envolve, a sabedoria divina. Veriam que é esta carne que as deixam em tormentos, ela é a parede que separa a consciência do espírito e não deixa que elas enxerguem que a vida está neste espírito que Deus nos assentou. Esta parede deve ser aniquilada, derrubada da consciência, só assim enxergamos o espírito, o nosso libertador eterno.
Não existe prazer maior do que você enxergar quem você é de verdade e saber que está dentro de um propósito e que não viemos a este mundo a toa, mas por um propósito, o qual devemos praticar para o bem Daquele nos criou, para o Seu bem eterno e também o bem da consciência. Imagine você estar nas mãos deste espírito, sendo guiado por ele? Ele te livrará das arapucas deste mundo, ele é quem vai te conduzir até chegar ao plano celestial e quando lá chegarmos, vamos ser reconhecidos pelo espírito e iremos fazer parte do corpo de Deus.

Rozivane Pereira

 


 

 

Encontro de consciências

 

Encontro: ato de encontrar(-se), de chegar um diante do outro ou uns diante de outros. Junção de pessoas ou coisas que se dirigem para o mesmo ponto.
Nós temos que ter em mente que estamos neste mundo somente pelo propósito de Deus, e naturalmente temos relações com as pessoas daqui, pois estamos neste mundo, mas devemos saber que qualquer tipo de relação que tivermos senão for em torno do propósito da vida, pode se tornar uma arapuca para as nossas consciências e tirá-las do caminho da vida. Como foi dito acima referente a hermenêutica da palavra encontro, o encontro de consciências deve ser justamente as consciências que tem o mesmo sentido da vida, o mesmo objetivo, que estão se dirigindo ao mesmo ponto. As consciências devem estar certas do propósito de Deus para que juntas ajudem uma a outra e cada uma conquiste a sua terra, a terra que o espírito vai herdar. A terra é a nossa consciência, por isso devemos purificar a nossa consciência da carne, a carne deve ser eliminada de dentro dela para que o espírito de Deus a deseje e herde a terra, que são as nossas consciências.
Se realmente tivermos este encontro de consciências, será uma relação muito pura, limpa, uma relação de uma querer o bem da outra, querer a vida eterna lá no plano do céu. Este seria o encontro de consciências que enxergaram e realizaram o propósito da vida nelas, este seria o intento de Deus, que as consciências se desligassem da carne e se ligassem no seu espírito e enquanto passamos por este mundo teríamos este encontro de consciências, de consciências com o mesmo objetivo, de consciências que uma ajudasse a outra em tudo, tanto neste mundo como na vida vindoura.

Kátia Campos

 


 

 

SPINA- nova forma de poesia

Vivendo de sonhos,
Sigo meu destino.
Eles são terapia.
Em meus dias sem luz,
Quando me sinto sem ânimo,
Rindo sem graça , sem alegria,
São os sonhos que ajudam,
Inspirando-me a escrever uma poesia.
Antonia Nery Vanti (Vyrena)

 


 

 

Poemas

 

Tem poemas
Que você lê,
Incorpora, sente,
Medita, extasia-se!
Tem textos
Que você lê
Como narração
Só vê a discrição.
Adele Pereira

 


 

 

Pétalas

 

Espalhei flores no caminho
Demonstrando sentimento
Joguei as pétalas ao vento
Com essência de carinhos
Para dar-te prazeres intensos
Em ternura de amor perfeito

Rose Melo

 


 

 

SONHOS DE MENINA!…

 

Cresci sonhando,
olhando para o céu contando as estrelas,
acreditando que São Jorge estava na lua.
O via montado no seu cavalo branco,
com espada na mão, matando o grande dragão.
Sonhei vestida de branco,
com laços e fitas voando,
correndo de braços abertos,
encontrando este grande amor.
A nave da igreja cheia, todos me admirando, desejando estar meu ao lado.
Ser o mocinho,
eu a princesa,
sua amada,
a estrela do dia,
a eterna enamorada.
Sonhei com amor explodindo feito pipoca,
quente arrebentando,
Transbordando… esparramando na cama,
fartando nos lençóis.
Ser fogos de artifícios,
subindo as nuvens,
colorindo o céu,
Encantando os olhares do mundo.
Como quis encontrar um grande amor,
minh’alma gêmea.
Ser explosão…
Bomba nuclear,
amor no coração.
Quantos atropelos…
Quantas decepções…
Quantas desilusões…
Lágrimas perdidas, derramadas no chão.
Choro sufocado,
rosto vermelho,
olhos inchados.
Noites perdidas em claro,
sono abatido,
sonhos desfeitos.
Cresci…
Tornei mulher,
Amadureci…
Aprendi com a vida,
as dificuldades ensinou a ser melhor.
Que para viver,
é preciso apenas ter bons amigos.
Sou doceira.
Confeiteira de sonhos;
Fadas de doces;
Boleira de versos & rimas;
Costurando retalhos;
Emendando…
Mantas em poesias;
Quadras em amor.
Encontrei meu grande amor nos livros,
me entregue nos braços das poesias.
Fiz minha paixão e minha morada.
Na face,
em cada linha,
nas marcas de expressões,
Trago um verso,
Vindo do coração.
Escrito com penas d’alma.
Com gotas de pesares .
Hoje sou…
Livro envelhecido.
Arranhado pelo tempo.
Amanhecido no sereno,
após o pôr do sol.
Com brilhos estelares,
banhando nos raios do luar,
Perfumados nas brisas matinais.
Versos solto,
reversos de mim.
Cópia fiel…
Da grande poetisa,
CORA CORALINA!…

Maria de Lourdes da Costa

 


 

 

Irrigar amor

 

Regue seu coração com amor
E sinta como a vida fica mais leve
Os dias ficam afetuosos
E mesmo que as horas
Te tragam nostalgias
Tua alma seguirá encantada
O amor é capaz de modificar
Aquilo que atormentou teus sonhos
Entristeceu teus desejos
O amor não combina com solidão
Com mágoas e amarguras
É feito de pequenos gestos
De renovados sentimentos
Se tua alma foi magoado pelo medo
Regue teu coração com amor
Pra vida seguir sorrindo.

Elza Melo

 


 

 

Liberdade

 

Liberdade
É um pássaro
Voando bonito no céu
É uma escolha acertada
É poder dizer adeus
É amar quem nos encanta
E nos respeita como somos
É saber que nos apaixonamos
Por escolha, mas, não somos donos
É decidir entre duas coisas
Sabendo que uma delas,
perderemos
É aceitar que nunca teremos tudo
E viver felizes com o que temos…
Liberdade
É uma pena mágica
Que escreve com o coração
Dela saem lindos versos
Que por aí voarão
Nas asas da liberdade…
De uma bela imaginação
Liberdade!

Olema Mariz

 


 

 

Alaniano Poético

Amor, toque, prazer.
Delírio, libido, ardente.
Abraço, namoro.

Rita Soares

 


 

 

DEIXE

 

Deixe que eu te fale
O que o coração diz
Deixe eu adormecer contigo
E te fazer feliz
Deixe eu acariciar seu corpo
E te fazer sonhar
Deixe que eu te faça ficar louco
Quando eu te beijar.

Deixe que eu seja sua sombra
Por onde você for
Deixe eu sufocar- te com meus beijos
Quando fizermos amor
Deixe eu deslizar na sua pele
As minhas mãos
Deixe os meus beijos de ternura
Tocar seu coração.

Deixe eu falar no seu ouvido
Palavras de amor
Quero aquecer esse meu corpo
Com seu calor
Deixe que eu acabe minha sede
Na sua boca
Com o sussurrar nos meus ouvidos
Me deixar louca.

Maria Gorete Casagrande de Souza

 


 

 

CHAPADA FEROZ

 

guerreiro …

alheio
e
bravio
senhor dos seus recantos,
incrustados na CHAPADA
agreste e destemida
mansa e inculta
sábia e bela
bonançosa
e
FEROZ

… abraçado às suas mãos
calejadas
teimosas
e
famintas,
a se abraçarem à sua terra

mãe
e
madastra,
num ritual contínuo
e
voraz!

… abraçado às suas manhãs,
tão cedo
e
sedentas,
a se abraçarem às suas bênçãos

uns palmos de chão
um cavalo magro
uma cangalha
uma rede
um eito
meia dúzia de cofos
vinte braças de corda

também

dois cachorros murchos
duas cabaças d’água
meio açude fugidio
um machado
um patacho
uma tarrafa
uma foice
um pilão
um pote
um penico
seis pratos
um papeiro
um alguidar
duas panelas
três tacurubas
uma pedra de amolar
braços braços braços
suores suores suores
sonhos sonhos sonhos!

… abraçado ao sol dantesco
causticante
severo,
a se abraçar ao seu paiol

um punhado de farinha
uma quarta de toucinho
uma arroba de jabiracas
uma dúzia de jerimuns
vinte mãos de milho
uma soca de arroz
dois pés de murici
três quilos de babaçu
meia dezena de cabras
uma enfiada de galinhas
uns correntes olhos d’água
o onipresente feijão vinagre!

… abraçado ao seu terreiro glutão
indomável
prenhe,
a se abraçar à sua mulher parideira

menino menino menino
menino menino menino
menino menino menino
menino menino
menino

buchudos
acobreados
arteiros
nus
felizes!

… abraçado aos laivos do ocaso,
fulgurante
vívido
consolador,
a se abraçar à sua certeza única

mais um dia seu
de
mais uns dias seus!

Zé Carlos

 


 

 

A aurora balança, balança
E num segundo encanta a noite que se vai
E se curva ao dia que se aproxima
Ela entende que a estrada é uma prima distante
Que em vez de sorrir e lampiar, prefere se ausentar qdo rompe o dia
Que se esvaziou
E deixou pra ti os lamentos do passado
Vera Mascarenhas

 


 

 

É no encontro de almas que surgem sentimentos que determinam cumplicidades positivas!

Alan Rubens

 


 

 

AUSTIN

Mar
Lindo,
Natureza
Exuberante,
Divina…
Alan Rubens

 


 

 

Lindeza Poética

 

Lindeza poética
O sorriso
De uma criança
Cheio de esperança
E como um presente
O coração da gente
Explode de felicidade

Ah quanta beleza
Nessa pureza
Que na criança há
Com tanta poesia
Recheada de harmonia
Preciosidade divina
Alan Rubens

 


 

 

Além da Beleza

 

Não existe padrão de beleza definido para um coração cheio de sentimentos.
O amor tem a capacidade e a sensibilidade para enxergar além da estética.
A beleza transcende o tempo quando natural e verdadeira, sem precisar que seja perfeita.
A beleza sobrevive num coração que descobriu o amor na simplicidade, ternura, amabilidade e pureza das intenções.
O amor é que faz o despertar da nossa alma numa inigualável beleza!
Rita Santarém

 


 

 

Pranto nos olhos

 

Deságua-se mar transbordando pelas janelas, alma vazia põe-se a chorar, infortúnios, tristezas, quimeras. Diariamente vejo essa paisagem estampada nas faces, o vazio da alma grita refletindo no olhar a verdade que não quer calar. Desvio de conduta da consciência, o trem da vida trilha para o lado oposto, mas as almas pegaram outro rumo, saíram fora da linha e do prumo. A vereda já estava traçada, os tons da vida na aquarela, mas borraram a tela, mancharam-se com os tons fúnebres do pó. Eu tento metaforizar e explanar a vida, gostaria de cada alma tocar e passar o sentimento que em mim habita. Queria ter o poder de curar o âmago, transformar o sofrer, enxugar todo pranto, mostrar o verdadeiro renascer. Eu também choro e isso me faz bem, lágrimas escorrem pelo prazer de enxergar muito além. Sentimento que brota a cada passo no caminho, sabedoria ilumina minha trajetória, gotas salgadas regam semente infinda até contemplar bela aurora.

Michele Mi

 


 

 

Olho
Caminho…caminho…
E não vejo nada
Não vejo você.
Quero viajar
Para as nuvens
Com você paixão
Quero saber
Te amar
Te beijar
Amor
Quero fazer você
Amar meus carinhos
Errar os seus caminhos
E vir em minha direção
Amor
Quero me enroscar
Em você
Como um caracol
Uma ostra
Qualquer coisa
Que cole em você
Amor
Quero tudo
Com você
Imagina
O que
ANNE SILVA

 


 

 

AUTO-RETRATO EM CONSTRUÇÃO

Sou Frágil e forte.
Segura e insegura.
Sou um Ser de Luz em construção
cheia de contradições,
mas com coração grande e puro,
que alberga uma imensidão de emoções.
Inquieta e cheia de paz,
Alegre e triste.
Vivo a vida com a intensidade
dos sentimentos que guardo
no coração.
Não gosto da frieza e da indiferença,
detesto a hipocrisia e a maldade.
Sou colo e acolhimento,
Sou amor e sou esperança
Sou vida e temperança.
Sou esta mulher poetisa
aqui descrita, em palavras.
Através dos seus poemas,
vai-se revelando,
todos os dias aprende
e se acrescenta.
Sou o que descrevo e muito mais…
Sigo o caminho do coração,
para chegar um dia à
Eternidade do Amor Divino.

Susana Andreza

 


 

 

PAGADOR DE PROMESSAS

Quero-te…
Daqui até à lua
Quero o teu corpo em mim Sonho ser teu jardineiro
Semear nesse teu ventre
As flores do meu jardim

Deslumbra-me a tua voz
Quando na noite orvalhada
Me contas os teus segredos
E me prendes em teus braços
És a luz do meu destino
Como Deusa abençoada

Quero-te sem amanhãs
Numa entrega alucinada
Sem preconceitos nem pressas
Aberta aos meus sentires

Nesta ânsia de te querer
Sou pagador de promessas
Que o teu corpo exigir

Fernanda Rocha

 


 

 

“TENHO SEDE

Tenho sede de não perder
Aquilo que põe brilho ao meu olhar.
Tenho sede de sentir o céu,
Ouvir a voz do vento,
Romantizar o amanhecer,
Beber o entardecer,
Amar o luar
E vigiar as estrelas.

Enquanto perco-me nas magníficas
Miudezas que o tempo
Traz e leva,
Eu agradeço o sol que refletiu
No riacho,
Onde basta um pequeno desvio
No olhar,
Que o espelho d’água surpreenderá
Em tons de aurora,
Em tons de nuvens,
Em tons de meio-dia,
E em vários tons de pô do sol,
A depender do tempo,
Mas principalmente do olhar.

Tenho sede de delicadezas…
Gosto de surpreender
E ser surpreendida.
Tenho pressa de não ter pressa
Para ter mais tempo
De amar a vida,
Contemplar seu sorriso
E receber o seu carinho.”

Marli F/ A Poeta de Minas Gerais

 

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

diques da baixada

diques da baixada

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

REGGAE

REGGAE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

agenda

setembro 2021
D S T Q Q S S
« ago    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930