Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

7e8f6a2a-0616-4d55-b879-d1b50470df70
No comando: ALEGRIA ALEGRIA

Das 5:00 as 7:30

biblia
No comando: CONVERSANDO COM DEUS

Das 7:30 as 9:00

7e8f6a2a-0616-4d55-b879-d1b50470df70
No comando: ALEGRIA ALEGRIA

Das 05:00 as 07:30

No comando: ARQUIVO SERTANEJO

Das 05:00 as 08:00

No comando: UMA LUZ EM TEU CAMINHO

Das 07:30 as 08:00

No comando: SINTONIA POPULAR

Das 08:00 as 09:00

Pedro Álvares
No comando: BREGA TOTAL

Das 08:00 as 10:00

No comando: CAJARÍ PARA TODOS

Das 09:00 as 10:00

10
No comando: CONEXÃO DIRETA

Das 09:00 as 11:00

No comando: BINGO VIANA FELIZ

Das 10:00 as 11:00

sabia-e-a-natureza
No comando: BAIXADA EM DEBATE

Das 10:00 as 12:00

No comando: PROGRAMAÇÃO PADRÃO

Das 11:00 as 12:00

No comando: JORNAL REGIONAL

Das 11:00 as 12:00

No comando: BINGO PAPAICAP

Das 12:00 as 13:00

No comando: PALMAS E PALMATÓRIAS

Das 12:00 as 13:00

No comando: VIANA EM FOCO

Das 12:00 as 13:00

No comando: UMA LUZ EM TUA VIDA

Das 13:00 as 13:30

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL (VARIADAS)

Das 13:00 as 15:00

IMG-20170404-WA0044
No comando: DE BEM COM O SUCESSO

Das 13:30 as 15:30

No comando: BINGO

Das 15:00 as 17:00

Riba Sousa
No comando: CONEXÃO REGGAE

Das 15:30 as 17:00

Riba Sousa
No comando: CONEXÃO REGGAE

Das 16:00 as 17:00

No comando: SHOW DA MISTURA

Das 17:00 as 18:00

No comando: SHOW DA MISTURA

Das 17:00 as 18:00

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL (MPB)

Das 17:00 as 20:00

FOTO_PROGRAMA_02
No comando: MOMENTO GOSPEL

Das 18:00 as 19:00

No comando: ENCONTRO MARCADO

Das 18:00 as 20:00

Bandeira-Brasil-stock.xchng-menor
No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 19:00 as 20:00

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL (ERUDITAS)

Das 20:00 as 00:00

pplware_gira_discos-720x482
No comando: ARQUIVO MUSICAL

Das 20:00 as 00:00

No comando: PROGRAMAÇÃO PADRÃO

Das 20:00 as 00:00

O Menino e a Borboleta

Compartilhe:
140

Poema – Poeta Manoel Câmara membro fundador da AMCAL

Viajando

Meu poema vai montado
no dorso Claro da Lua
nas cores do arco-íris
No pingo morno da chuva
Sempre sempre a procura
Daqueles que na loucura
De lucros desenfreados
Sugam o sangue do povo
Para vê-los encarcerados

Não os respeitos senhores
Vendilhoes dos desesperos
Deputados senadores
Covardes governadores
Juízes que macularam
A toga negra sagrada
Vendendo a preço de ouro
Suas fingidas sentenças

Sabeis covardes bandidos
Todo sangue derramado
Deste povo inocente
Toda fome espalhada
Sob o sol incandescente
Tem a marca indelével
Dos senhores cafajestes


 

O Menino e a Borboleta

O menino engatinhava no terraço com os olhares atentos da mãe. Com sua pouca idade , seus olhares atentos ficava a observar tudo à sua volta e achando graça em tudo.
De repente , surge uma borboleta com seu lindo colorido , que parecia bailar  à meia altura. O menino observava atentamente os movimentos da borboleta e começou a sorrir. Como se fosse algo combinado , ela continuava a voar pra lá e pra cá , próximo do menino que achava graça daquela espécie , tão ricamente colorida que mais parecia dançar , especialmente para ele.
Pra lá e pra cá , a borboleta bailava no ar , o que despertava o menino com um sorriso lindo , a ficar com os olhos fixos na borboleta. Vez enquanto agitava suas mãozinhas , como se estivesse a chamar a borboleta , que parecia corresponder voando muito próximo do menino.
Às vezes , o menino esboçava palavras , desconexas como se estivesse a conversar com a borboleta , que rodopiava no ar  pra lá e pra cá…
Alan Rubens

Formosa

Tão formosa
É aquela rosa
Que balança
E dança
Ao vento
Ela nos brinda
De tão linda
Aquela rosa
Que  cheirosa
Exala seu perfume.
Alan Rubens

“Plena é a felicidade vivida em determinado instante. Por isso  deve ser aproveitada , mesmo que momentaneamente , ao  máximo “
Alan Rubens

A CANÇÃO DA VIDA 

Busquei na madrugada triste
Um alento para as minha dores
Cantei uma canção saudosa
Lembranças dos meus amores
E das manhãs iluminadas
Na brisa suave balançando as flores
Onde a tristeza não se demorava
E eu me sentia amada.
Ouvi o cantar dos pássaros aliviando sofreres
No céu anil esperançando quereres
No riso distante, lembrando viveres
Nos passos apressados dos jovens
No calmo caminhar dos velhos senhores.
A solidão castiga quando se recolhe a lua
A casa se estica e tudo é silêncio na rua
A nostalgia habita e me sinto nua
Desprotegida na realidade crua.
Os cômodos são assombrações
Incomodando a gente
As sombras são miragens que passam rente
O meu mundo parece vazio,
Mas no peito plantei a semente
Da esperança na própria vida
E aqui na minha mente
Vaga a canção mais linda
Aquela que me faz vivente.
Conceição Maciel
Capanema-Pa

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

diques da baixada

diques da baixada

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

REGGAE

REGGAE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

agenda

agosto 2020
D S T Q Q S S
« jul    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031