Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

7e8f6a2a-0616-4d55-b879-d1b50470df70
No comando: ALEGRIA ALEGRIA

Das 5:00 as 7:30

biblia
No comando: CONVERSANDO COM DEUS

Das 7:30 as 9:00

7e8f6a2a-0616-4d55-b879-d1b50470df70
No comando: ALEGRIA ALEGRIA

Das 05:00 as 07:30

No comando: ARQUIVO SERTANEJO

Das 05:00 as 08:00

No comando: UMA LUZ EM TEU CAMINHO

Das 07:30 as 08:00

No comando: SINTONIA POPULAR

Das 08:00 as 09:00

Pedro Álvares
No comando: BREGA TOTAL

Das 08:00 as 10:00

No comando: CAJARÍ PARA TODOS

Das 09:00 as 10:00

10
No comando: CONEXÃO DIRETA

Das 09:00 as 11:00

No comando: BINGO VIANA FELIZ

Das 10:00 as 11:00

sabia-e-a-natureza
No comando: BAIXADA EM DEBATE

Das 10:00 as 12:00

No comando: PROGRAMAÇÃO PADRÃO

Das 11:00 as 12:00

No comando: JORNAL REGIONAL

Das 11:00 as 12:00

No comando: BINGO PAPAICAP

Das 12:00 as 13:00

No comando: PALMAS E PALMATÓRIAS

Das 12:00 as 13:00

No comando: VIANA EM FOCO

Das 12:00 as 13:00

No comando: UMA LUZ EM TUA VIDA

Das 13:00 as 13:30

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL (VARIADAS)

Das 13:00 as 15:00

IMG-20170404-WA0044
No comando: DE BEM COM O SUCESSO

Das 13:30 as 15:30

No comando: BINGO

Das 15:00 as 17:00

Riba Sousa
No comando: CONEXÃO REGGAE

Das 15:30 as 17:00

Riba Sousa
No comando: CONEXÃO REGGAE

Das 16:00 as 17:00

No comando: SHOW DA MISTURA

Das 17:00 as 18:00

No comando: SHOW DA MISTURA

Das 17:00 as 18:00

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL (MPB)

Das 17:00 as 20:00

FOTO_PROGRAMA_02
No comando: MOMENTO GOSPEL

Das 18:00 as 19:00

No comando: ENCONTRO MARCADO

Das 18:00 as 20:00

Bandeira-Brasil-stock.xchng-menor
No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 19:00 as 20:00

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL (ERUDITAS)

Das 20:00 as 00:00

pplware_gira_discos-720x482
No comando: ARQUIVO MUSICAL

Das 20:00 as 00:00

No comando: PROGRAMAÇÃO PADRÃO

Das 20:00 as 00:00

PODOLATRIA

Compartilhe:
140
É uma sensação confortante quando fazemos o bem. Coisas que só Deus explica, proporcionando-nos um misto de paz e felicidade.
Alan Rubens

PODOLATRIA

Talvez insignificantes
Cruzam avenidas, ruas…. talvez…
Despercebidos numa vastidão seguem
Em puro e pleno
E
N
C
A
N
T
A
M
E
N
T
O
Daqueles que pelas janelas da face os contemplam
Pequeninos
Curvos
Finos
Espessos
Percorrem caminhos
A alguns fascinam
Por peculiaridades captam.
Fetiche?
Feitiço?
Não! Paixão! Delírio!
Enroscam
Massageiam
Calçam sonhos
Provocam sensações…
No Claustro se expandem
Causando a doce e dura
Delícia de viver
Nos 2
Que está em 1
Estranheza e êxtase
Fantasia em fã idéia
Podolatria
Invisibilizados pela dimensão corpórea
Importantes na jornada diária
Atravessam os sóis do sertão
Demarcam territórios
Até do coração
É cor ação
Coração
Atiçam mentes
Em correnteza arrastam fortalezas
Reduzem defesas
São carne em fome consomem a plurideia
Que formiga a veia ao ápice da explosão da bola vermelha
Pulsante em desejo
Gritante em caixa toráxica
Há neste meio:
Provocado
Provocante
PROVOCAÇÃO
Que contínua culmina no desaguar das águas
Em meio aos dois leitos do amor
Inferiores ao corpo
Superiores em desejo
Fascínio!
Flávia Leite A Aurora

MULHER

Ser mulher é um desafio
Sendo mãe
Solteira ou casada
É preciso fé na caminhada
Somos mulheres de raça
Branca , Índia ou negra
Nós enfrentamos a peleja
Mesmo sem ter quem nos proteja
Mulher não importa
Se nova ou idosa
És comparada a uma rosa
Que exala perfume
Por onde passa
Ah mulher se soubesses
O valor que tens
Não darias a ninguém
O direito de apagar essa luz
Que estampa o teu sorriso.
Ana Cantanhede

PRIMOROSA

Mulher,
Primorosa
Criação do Senhor
Que ultrapassa limites
Com suas qualidades
E um coração
Que extravasa o amor
Em todas as suas frentes…
Mulher ,
Que chora , sorri,
Canta e dança ,
Ama e deixa – se amar
Que soma , multiplica ,
Divide e subtrai
O que não atrai…
Mulher ,
Obra de arte ,
Poesia , harmonia ,
Que encanta
Com sensibilidade ,
Verdade , humildade
E simplicidade …
Mulher ,
Que luta
E busca
Seus sonhos
Com intensidade ,
Luz que  seduz
E brilha com maestria…
Mulher ,
Que é filha ,
Mãe  , avó ,
Que abraça ,
Emociona
E proporciona
Paz , carinho ,
Aconchego ,
Mas que acima
De tudo
É mulher …
Alan Rubens

MOMENTO MULHER
AUTORA: Conceição Maciel
De Capanema no Pará.


SE AMAR É PRECISO
(crônica )
Infelizmente nos tornamos, mais uma vez das inúmeras vezes, vítimas, talvez nunca a deixamos de ser. Desde os primórdios, formou-se (ou formaram) a ideia do sexo frágil, da mulher delicada que não podia trabalhar fora de casa, no entanto devia ter força, saúde e disposição para parir um filho (ou mais, dependendo da gravidez) a cada ano, cuidar deles, da casa, do marido entre outras atividades paralelas.
As mulheres, esses seres plenos de sentimentos, de emoções à flor da pele, que carregam um vendaval de plenitude humana; elas que dentro de si guardam vidas, que tem o dom de semear a humanidade, de gerar novas vidas e tem a responsabilidade de formar cidadãos de bem; elas que no seu peito há uma raiz que se amplia semeando amor, carinho e suporte para a formação de sua família; essas mulheres que se doam e se entregam e dos seus seios jorram o alimento para criar os futuros cidadãos da humanidade; essas mulheres que são a metade da população do mundo e são mães da outra metade, estão sendo massacradas, execradas, executadas, ofendidas, mortas e privadas do seu direito da liberdade de viver.
As mulheres enfim, cresceram, brigaram, lutaram, conquistaram, entenderam que não eram tão frágeis como ditaram há muito tempo; elas se descobriram fortes, úteis, inteligentes, batalhadoras, incansáveis, descobriram que podiam ser filhas, mães, esposas, parceiras, amigas, companheiras, trabalhadoras e, acima de tudo isso, se descobriram capazes; capazes de dividir o seu amor, o seu lar, o seu tempo, os seus ombros, o seu sorriso e o seu abraço e que tem sempre um tempinho para ouvir o outro e procurar entendê-lo.
Entretanto, mesmo diante de tantas batalhas e conquistas, ainda há um longo caminho a ser percorrido para que a mulher consiga viver em paz e em harmonia com o outro, especialmente com o sexo masculino. A violência assombra a maioria das mulheres que são vítimas de sentimentos destruidores, vindos, na maioria das vezes, do homem. Quais motivos os levam a desferir tamanha afronta à sociedade? Quais justificativas para tão abomináveis atitudes? A comunidade feminina vive em alerta e tenta se proteger nas leis, leis essas que precisam ser reformuladas e repensadas para que de fato elas aconteçam.
Viver sem perspectivas de vida não é fácil, mas a mulher, essa flor que enfeita o mundo, que se faz necessária para a harmonia do universo, que com gestos delicados, mas firmes, trilha o seu caminho com elegância, beleza, com a sutileza que lhe é peculiar; essa mulher que lutou (luta) pelos seus direitos, que na batalha diária se entrega com amor e com fervor, que com um sorriso enfeita os dias chuvosos, que com sua força de vontade consegue traçar os seus planos unindo trabalho, família, diversão e ainda arranja um tempo para ler, ajudar os filhos com os trabalhos escolares, estudar e ainda ficar bonita para o marido, o mesmo (não generalizando) que mais tarde irá lhe tirar o direito à vida.
Na luta diária, ela não percebe o perigo eminente, pois está tão voltada para dentro das suas concepções de amor, tentando agradar E fazer a todos, que não se dá conta que o abraço do amado está diferente, que a voz está mais áspera, que a paciência diminuiu, que o beijo esfriou, que o carinho já não existe, que o sentimento que ela tanto divide e entrega com tamanha alegria, não é recíproco; a mulher não percebe que o perigo está ao seu lado e divide com ele os seus momentos mais íntimos, as refeições, a casa e o leito. Se sentir vitimizada quando deveria ser plenamente feliz, é como se anulasse os momentos delicados e intensificasse o processo para uma morte iminente, primeiro por dentro devastando a ideia de um amor verdadeiro e despertando um sentimento de surpresa, revolta, medo, incompreensão, e até de insanidade, depois definitivamente, quando todas as providências foram tomadas na forma da lei, na base do diálogo e na tentativa de salvar o relacionamento e a própria vida.
O que se espera é que através desses processos que não deveriam, mas são comuns, desperte tanto nas mulheres, quanto nos homens a importância do se doar, do amor, do carinho, atenção e respeito, e do quanto é preciso ficar atento ao ritmo acelerado do dia a dia e olhar mais para o outro e para dentro de si, para que não se percam nos caminhos e percebam que existe um sentimento que pode anular toda uma existência através de um gesto de desafeto. Olhar para dentro de si e reconhecer que errou é o primeiro passo, o segundo é jamais repetir o mesmo erro e o terceiro é se dar uma segunda chance e tomar impulso para novos caminhos em busca da sua felicidade. Se amar é preciso.
Maria da Conceição Maciel da Silva
Poetisa da Academia Capanemense de Letras e Artes (ACLA)
Formada em Letras pela Universidade Federal do Pará (UFPA)


Deixe seu comentário:

Curta no Facebook

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

diques da baixada

diques da baixada

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

REGGAE

REGGAE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

agenda

abril 2020
D S T Q Q S S
« mar    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
2627282930