Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

7e8f6a2a-0616-4d55-b879-d1b50470df70
No comando: ALEGRIA ALEGRIA

Das 5:00 as 7:30

biblia
No comando: CONVERSANDO COM DEUS

Das 7:30 as 9:00

7e8f6a2a-0616-4d55-b879-d1b50470df70
No comando: ALEGRIA ALEGRIA

Das 05:00 as 07:30

No comando: ARQUIVO SERTANEJO

Das 05:00 as 08:00

No comando: UMA LUZ EM TEU CAMINHO

Das 07:30 as 08:00

No comando: SINTONIA POPULAR

Das 08:00 as 09:00

Pedro Álvares
No comando: BREGA TOTAL

Das 08:00 as 10:00

No comando: CAJARÍ PARA TODOS

Das 09:00 as 10:00

10
No comando: CONEXÃO DIRETA

Das 09:00 as 11:00

No comando: BINGO VIANA FELIZ

Das 10:00 as 11:00

sabia-e-a-natureza
No comando: BAIXADA EM DEBATE

Das 10:00 as 12:00

No comando: PROGRAMAÇÃO PADRÃO

Das 11:00 as 12:00

No comando: JORNAL REGIONAL

Das 11:00 as 12:00

No comando: BINGO PAPAICAP

Das 12:00 as 13:00

No comando: PALMAS E PALMATÓRIAS

Das 12:00 as 13:00

No comando: VIANA EM FOCO

Das 12:00 as 13:00

No comando: UMA LUZ EM TUA VIDA

Das 13:00 as 13:30

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL (VARIADAS)

Das 13:00 as 15:00

IMG-20170404-WA0044
No comando: DE BEM COM O SUCESSO

Das 13:30 as 15:30

No comando: BINGO

Das 15:00 as 17:00

Riba Sousa
No comando: CONEXÃO REGGAE

Das 15:30 as 17:00

Riba Sousa
No comando: CONEXÃO REGGAE

Das 16:00 as 17:00

No comando: SHOW DA MISTURA

Das 17:00 as 18:00

No comando: SHOW DA MISTURA

Das 17:00 as 18:00

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL (MPB)

Das 17:00 as 20:00

FOTO_PROGRAMA_02
No comando: MOMENTO GOSPEL

Das 18:00 as 19:00

No comando: ENCONTRO MARCADO

Das 18:00 as 20:00

Bandeira-Brasil-stock.xchng-menor
No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 19:00 as 20:00

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL (ERUDITAS)

Das 20:00 as 00:00

pplware_gira_discos-720x482
No comando: ARQUIVO MUSICAL

Das 20:00 as 00:00

No comando: PROGRAMAÇÃO PADRÃO

Das 20:00 as 00:00

SINTONIA

Compartilhe:
140

SINTONIA

Em sintonia o meu coração abraça
seu coração com carinho , enquanto
as palavras formam os versos que
formam as estrofes , que juntos transformam – se em poesia .
Rosene Cartagenes

CURA

Todos procuramos  a cura para nossos males.Alguns apelam para a oração, outros para a medicina dependendo da situação.Um corpo ou mente doentes nos causam transtornos, atrapalhando o desenvolvimento de qualquer coisa que estivermos fazendo.Precisamos da cura sempre.Curar mal de amor,doença do corpo e até sentimentos mal direcionados.Ficamos felizes quando nos vemos curados de qualquer mal que tenhamos tido e assim valorizamos a palavra e o ato da CURA!!!
SUELY SAAD

HORA DE DIZER ADEUS

Já ê hora de partir.
Não lamente por favor!
Tentei te dar o  melhor de mim.
Cansei de ser sonhador.
Já  desistir de você.
Vou em busca de outro amor.
Não quero que chore agora
esqueça que já chorei.
Um dia talvez eu volte
Pra te dizer que encontrei,
Amor puro e verdadeiro
E a ele me entreguei.
Vou mudar de endereço.
Morar em outra cidade
Não procure mais por mim
Te peço por caridade.
E é bom também que esqueça
Que te amei de verdade.
Se a felicidade existe.
Por ela vou procurar.
Não quero saber de ti
Minha vida irá mudar.
O mundo é grande e me espera.
Adeus! Não vamos chorar!
O adeus será melhor!
Pra você e para mim.
Sabemos que nosso amor.
A tempo chegou ao fim.
Bay  bay, até nunca mais.
É melhor que seja assim…
Maria Gorete Casagrande de Souza

DISTANCIAMENTO
(Conceição Maciel) 

Faz tempo que os nossos olhos não se encontram
sinto saudades de quando
eles sorriam felizes e deles saíam pétalas alegres
que coloriam os nossos encontros
fazendo das nossas horas uma magia
que só em poesia poderíamos descrevê-la
faz tempo que as nossas mãos não se tocam
não fazem o carinho que tanto queríamos
nossos dedos não se alcançam mais
os adeuses do mundo se apossaram da gente
nem deu tempo de acenarmos adeus
há quanto tempo nossos corpos se distanciaram?
parece que não há espaço para a nossa vontade
os nossos desejos foram tolhidos
de forma tão abrupta que aqui dentro
a chama que ardia adormeceu
ah, que triste o distanciamento de corpos
essa quarentena que parece não ter fim
essa doença que vai destruindo
o aconchego entre os seres
causando ânsias de aproximações
saudades até das mais simples saudações
quarentena
distanciamento
saudades
abraços virtuais
olhares distantes
Até quando?!
Capanema-Pará- Brasil

Reflexão – Professora D’Jesus Cutrim

D’jesus Cutrim


Reflexão – Poetisa Madalena Pereira membro fundadora da AMCAL

Mada Pereira


Bela Infância

Que alegria
Ver as bolhas coloridas
Feitas de sabão
Me lembra a infância
Passeios no parque
Brincadeiras com irmãos
Uma festa bonita
Que contagia
Minhas lembranças
E meu coração.
Nilde Serejo

No despontar do tempo a resposta ao homem

O tempo varre a existência
Ensina no amor ou na dor
É mestre na arte do amor
Chefia a justiça
Lidera a paz
O tempo corre em correnteza
Na infância… sacoleja
Em fantasias
Às vezes, na dureza.
Depende da classe, do gênero, da cor
O tempo traz amores
Num perfume do outro
Na puberdade é confuso
Inconsequente ou prudente
É vale desconhecido e encantador
O tempo renova a alma
Passa perene e pleno
Amadurece o fruto
Permite o renascer de outro
Construtor de ideias
Tutor do ser
O tempo inacaba
Mesmo que na velhice da carne
Acabe por despontar no horizonte
É sempre um arco-íris pós chuva
Sempre será reminiscência
Das fases a que submete
O homem.
São Luís, 17 de junho de 2020
Em homenagem ao natalício de meu irmão Rafael Leite
Autora (Flávia Leite)

Anseios

Sofro de ansiedade pelo teu beijo molhado, macio e desejado ,
Por esse olhar acalorado que me liberta do pudor ,
E esse peito macio para repousar os meus sonhos nas noites feitas de amor.
E , nessa longa espera, nos pensamentos guardo – lhe para nunca mais esquecer.
Rita Santarém

MOMENTO SAUDADE

Recordo com muita saudade
O meu diário todo colorido
O moço vinha da cidade
Trazendo um olhar atrevido
O domingo era esperado
Eu já acordava mais feliz
O moço vinha perfumado
Na praça se via o chafariz
Flores e muitos outros mimos
Eu recebia do moço, amiúde
E o amor maior sentíamos
Ao nos banhar no açude
A natureza exuberante
Estava a nos dar passagem
Eu me fazia insinuante
Para ser sua única paisagem
A mocidade tem magia
Tudo se tenta perdoar
Não se deixa a nostalgia
No barco à vela viajar
Saudades da brisa no rosto
Da carícia inesperada
Do príncipe bem posto
Do passeio de mãos dadas
Saudades da ternura antiga
Da seresta ao toque do violão
Da cumplicidade da amiga
Ao nos esconder no porão
KATIA CHIAPPINI

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

diques da baixada

diques da baixada

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

REGGAE

REGGAE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

agenda

julho 2020
D S T Q Q S S
« jun    
 1234
567891011
12131415161718
19202122232425
262728293031