Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Tocando agora: Carregando...

7e8f6a2a-0616-4d55-b879-d1b50470df70
No comando: ALEGRIA ALEGRIA

Das 5:00 as 7:30

biblia
No comando: CONVERSANDO COM DEUS

Das 7:30 as 9:00

No comando: DOMINGO DE BOA

Das 8:00 as 10:00

sabia-e-a-natureza
No comando: BAIXADA EM DEBATE

Das 9:00 as 12:00

7e8f6a2a-0616-4d55-b879-d1b50470df70
No comando: ALEGRIA ALEGRIA

Das 05:00 as 07:30

10
No comando: CONEXÃO DIRETA

Das 09:00 as 11:00

No comando: BINGO VIANA FELIZ

Das 10:00 as 11:00

No comando: RETRANSMISSÃO JORNAL DAS 11 – RÁDIO TIMBIRAS

Das 11:00 as 12:00

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL

Das 11:00 as 15:00

jornalismo
No comando: JORNAL NOSSA HORA

Das 12:00 as 13:00

No comando: PALMAS E PALMATÓRIAS

Das 12:00 as 13:30

No comando: VIANA EM FOCO

Das 13:00 as 14:00

Pedro Álvares
No comando: BREGA TOTAL

Das 13:00 as 16:00

IMG-20170404-WA0044
No comando: DE BEM COM O SUCESSO

Das 14:00 as 15:30

No comando: RETRANSMISSÃO BINGO UNIÃO DA SORTE

Das 15:00 as 17:00

Riba Sousa
No comando: CONEXÃO REGGAE

Das 15:30 as 17:00

Riba Sousa
No comando: CONEXÃO REGGAE

Das 16:00 as 18:00

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL

Das 17:00 as 00:00

FOTO_PROGRAMA_02
No comando: MOMENTO GOSPEL

Das 17:00 as 18:00

No comando: PONTO E VÍRGULA

Das 18:00 as 19:00

reencarnacao
No comando: JOÃO DE DEUS

Das 18:00 as 20:00

Bandeira-Brasil-stock.xchng-menor
No comando: A VOZ DO BRASIL

Das 19:00 as 20:00

No comando: ÁGUIA DE OURO

Das 20:00 as 21:00

1247583011-Bob_Marley_wallpaper_picture_image_free_music_Reggae_desktop_wallpaper_1024
No comando: ÁGUIA DE OURO

Das 20:00 as 21:00

FOTO_VINIL1a
No comando: ARQUIVO MUSICAL

Das 21:00 as 00:00

No comando: BINÉ BORGES FAZ AMIGOS

Das 21:00 as 23:00

pplware_gira_discos-720x482
No comando: ARQUIVO MUSICAL

Das 23:00 as 00:00

VIANA

Compartilhe:
1

Baixada Maranhense: Viana

 

 

 

 

Viana  é a quarta cidade nais antida do Estado e teve uma população em 2016  estimada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) em 51.503 habitantes, distribuídos em 1.162 km² de área. Na segunda metade do século XVII, os jesuítas fundaram a Missão de Conceição de Maracu, deslocando para aquele local certo número de índios guajajaras procedentes da aldeia do Itaqui. Mas, ao que parece, somente em princípios do século seguinte os padres da Companhia de Jesus se estabeleceram na região, edificando, na extremidade de “um esporão de terra firme que avança entre a lagoa e uma das suas enseadas”, uma igreja sob a invocação de Nossa Senhora da Conceição. Há, também, notícias relativas à exploração de minas de ouro para as bandas do rio Turi. Aos padres jesuítas vieram juntar-se posteriormente, sob os auspícios da administração pública, alguns colonos portugueses que, acompanhados de grande número de escravos negros, se localizaram na sede da aldeia e em outros pontos, dedicando-se ao comércio e à agricultura.

VILA – Em 8 de julho de 1757, foi criada a vila, com a denominação de Viana, pelo governador da Capitania, Gonçalo Pereira Lobato e Sousa, que ali compareceu acompanhado de outras autoridades. Em nome do governo português, o governador tomou posse da vila e de todos os bens a ela per51.503 tencentes, conforme a relação que lhe foi apresentada pelo padre Manuel das Neves, da Companhia de Jesus, missionário que administra a antiga aldeia, assistido pelo padre José Rancone, como procurador do seu colégio. Pelo mesmo governador, foi concedida à vila, em 30 de outubro de 1759, uma légua de terra em quadra para o seu patrimônio. A título de indenização, por ser a doação parcialmente alagadiça, ser-lhe-ia concedida mais tarde nova porção de terra, contígua ao antigo patrimônio. Em 1768, o governador Joaquim de Melo e Póvoas, relatando à coroa portuguesa a viagem que fizera ao interior da Capitania, informava haver estado em Viana, achando excelente a sua situação. Encontrara uma “boa igreja, suficiente casa de câmera e uma forte cadeia”. Visitou a escola, que “estava muito bem provida de rapazes”, dos quais “alguns escrevem bem”. Ainda de acordo com o depoimento do Governador, a vila dispunha de boas casas, embora todas cobertas de palha, e de uma boa olaria, tendo ele ordenado que as casas em construção e as que de futuro se levantassem fossem cobertas de telhas, ajudando-se os moradores uns aos outros. Provida de paróquia desde 1757, quando cessou a jurisdição temporal e secular dos missionários regulares que administravam a Missão, a vila passou a ser assistida espiritualmente por vigários designados pelo bispado. Em 1820, contava a localidade uma grande praça, cinco ruas e algumas travessas, com 137 fogos e 843 almas, em cujo número incluíram aproximadamente 400 índios domesticados. A elevação de província a cidade foi através da Lei provincial n.° 377, de 30 de junho de 1855, elevou a vila à categoria de cidade. Pela divisão territorial vigente em 1.° de janeiro de 1958, o Município compõe-se de apenas um distrito, o do mesmo nome.

Nascimento de filhos ilustres – Em Viana, nasceram Antônio Bernardo da Encarnação e Silva (1799-1848), lente de retórica e poética do Liceu Maranhense; Celso Magalhães (1849-1879), poeta, novelista, crítico e magistrado, um dos precursores dos estudos folclóricos no Brasil; Antônio Lopes da Cunha (1889-1950), magistrado, professor, jornalista e poeta, membro da Academia Maranhense de Letras; e Raimundo Lopes da Cunha(1894-1941) naturalista e etnógrafo de renome, autor de vasta obra literária.

Festas – Desde o ano 2008 se realiza em Viana o Círio de Nossa Senhora de Nazaré, uma das maiores festas religiosas de toda a Região. O Círio de Nazaré de Viana se festeja no início de novembro. São 10 dias de festa que contam com a participação de milhares de peregrinos e devotos provenientes de vários Estados do Brasil. A cada ano a Cidade de Viana recebe a visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Nazaré de Belém do Pará acompanhada por uma delegação da Guarda de Nazaré e da Diretoria do Festejo. A visita da Imagem Peregrina reúne milhares de devotos nas duas maiores romarias que encerram o festejo. O Círio de Nazaré de Viana se encerra com a grande procissão da corda todo segundo domingo de novembro. Até hoje realizaram-se 6 edições.

O FESTIVAL DE PEIXE

Durante os festejos do evento, os vianenses e visitantes apreciam os viveiros com peixes nativos; laboratórios com demonstração de produção de alevinos e viveiros com peixes criados em cativeiros. No espaço do Parque Dilú Melo, são montadas várias tendas das secretarias municipais, entre elas: Agricultura; Pesca; Saúde; Educação; Cultura, Turismo, entre outras.

Gentílico: Vianense

 

DADOS GEREAIS: Data de Instalação: 01/01/1939; População de 2015, Censo Demográfico do IBGE em 2016: 51.503 habitantes, Área: 1.168,44 km², Densidade Demográfica: 43,38 hab/km², IDH: 0,618. LOCALIZAÇÃO: Mesorregião: Norte Maranhense; Microrregião: Baixada Maranhense; Distância da Capital: 109,23 km; Altitude: 22,00 m; Endereço da Prefeitura: Av. Antônio Lopes, s/n.

Fonte: Guia do Maranhão 2017

Deixe seu comentário:

Curta no Facebook

diques da baixada

diques da baixada

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

REGGAE

REGGAE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

agenda

dezembro 2018
D S T Q Q S S
« nov    
 1
2345678
9101112131415
16171819202122
23242526272829
3031